Saiba a importância dos materiais didáticos para o credenciamento em EaD

A qualidade dos materiais didáticos é um dos aspectos necessários que a Instituição de Ensino Superior (IES) precisa garantir para receber o credenciamento em EaD. O critério tem ganhado enfoque na avaliação realizada pelo Ministério da Educação (MEC), que passou a exigir, após a nova regulamentação, uma estrutura digital robusta, com elementos e ferramentas que auxiliem e atendam todas as necessidades dos alunos.

Desde a regulamentação de 2017, os pedidos de credenciamento para a oferta de cursos superiores na modalidade a distância aumentaram significativamente. Além das facilidades que a regulamentação trouxe para as IES que desejam ofertar EaD, o crescimento também se deve pela procura cada vez maior de estudantes que optam pela modalidade.

Com base no último Censo da Educação Superior, entre 2007 e 2017, o número de ingressantes na EaD variou positivamente mais de três vezes, representando um crescimento de 226%. Como resultado, o percentual de ingressantes em cursos de graduação EaD já representa ⅓ do total, enquanto que, em 2007, a participação era de ⅙.

Outro levantamento, realizado pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), mostra que as IES estão apostando no mercado. Apesar de a nova regulamentação não focar na obrigatoriedade de polos de apoio presencial, em 2017 foram criados 3.137 novos polos, 28% do total dos existentes no Brasil. O Censo EaD.br também evidencia a descentralização dos polos: o percentual dos polos localizados no interior dos estados passou de 65% em 2016 para 78% em 2017.

Mesmo com a flexibilização, antes de solicitar o credenciamento ao Ministério da Educação (MEC) para a oferta de cursos superiores na modalidade a distância, a IES precisa estar preparada para uma série de exigências.

Conheça os aspectos mais importantes para o credenciamento em EaD

O formulário de verificação in loco das condições institucionais aponta que, na organização curricular, os programas podem apresentar diferentes desenhos e múltiplas combinações de linguagens e recursos educacionais e tecnológicos.

A natureza do curso e as reais condições do cotidiano, aliadas às necessidades profissionais dos alunos, são os elementos que definirão a melhor tecnologia e metodologia utilizadas, bem como a necessidade de haver momentos presenciais em estágios supervisionados, laboratórios e salas de aula, ou a existência de polos descentralizados e outras estratégias. Entretanto, o projeto pedagógico e a organização curricular devem ser sustentados em uma visão inovadora que favoreça a integração entre as disciplinas e suas metodologias.

Com base nisso, o material didático de EaD cumpre diferentes papéis, apresentando conteúdos específicos e orientando o aluno na trajetória de cada disciplina e no curso como um todo. Esse material precisa estar em consonância com o projeto pedagógico do curso e deve considerar as habilidades e competências específicas a serem desenvolvidas. Além disso, deve-se recorrer a um conjunto de mídias compatíveis com a proposta e com o contexto socioeconômico do público-alvo.

São considerados aspectos essenciais referentes aos materiais didáticos o cumprimento dos seguintes aspectos:

  •    Convergência dos equipamentos e integração entre materiais impressos, radiofônicos, televisivos, de informática, de teleconferências etc., junto à mediação dos professores, de forma a criar ambientes de aprendizagem ricos e flexíveis.
  •    Associação dos materiais educacionais entre si e entre módulos, unidades de estudos, séries, indicando como o conjunto desses materiais se inter-relaciona.
  •       Objetos de aprendizagem interativos que podem ser acessados pelos alunos em diversos pontos das suas atividades educacionais.
  •    Guia Geral do Curso, impresso e/ou em formato digital.
  •    Meios de comunicação e informação que serão colocados à disposição do aluno.
  •    Plataformas de aprendizagem ergonômicas.
  •    Materiais educacionais que desenvolvam e facilitem a aquisição de competências cognitivas, habilidades e atitudes que o aluno deverá alcançar;
  •    Especificação do material didático que estará disponível para a avaliação da comitiva do MEC na visita in loco de credenciamento. É importante destacar que é necessário ter a metade dos cursos prontos e a metodologia bem definida e entendida pelos tutores. Além disso, o Ambiente Virtual e a interatividade dos recursos didáticos, bem como a coerência pedagógica dos conteúdos são pontos relevantes na avaliação.
  •    Pré-teste dos materiais didáticos, manuais de orientação e recursos tecnológicos a serem usados nas disciplinas iniciais do curso.
  •    Critérios de avaliação de qualidade e de revisão dos materiais educacionais.

Veja outros aspectos analisados pelo MEC para o credenciamento em EaD

Após a nova regulamentação da EaD, as Instituições podem oferecer exclusivamente cursos nessa modalidade, na graduação e na pós-graduação lato sensu, sem o credenciamento para cursos presenciais. Além disso, as avaliações in loco realizadas pelo MEC são concentradas na sede das Instituições.

Além dos materiais didáticos e da organização curricular, os demais critérios analisados pelo MEC estão embasados nos seguintes aspectos:

  • Integração da Educação Superior a Distância no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI);
  • Equipe multidisciplinar;
  • Integração entre alunos e professores;
  • Avaliação da aprendizagem e avaliação institucional;
  • Infraestrutura de apoio;
  • Gestão acadêmico-administrativa;
  • Convênios e parcerias;
  • Sustentabilidade financeira.

Na visita, os avaliadores utilizarão os aspectos apresentados para verificar se a estrutura da IES cumpre os requisitos propostos e a quantidade de estudantes a serem atendidos na sede da Instituição e/ou nos polos. Se você quer oferecer a modalidade EaD na sua IES e quer ajuda nesse processo, garantindo que os aspectos avaliados pelo MEC estarão bem estruturados, conte com nossa ajuda em qualquer etapa do seu processo.

Pelo formulário abaixo, você pode esclarecer dúvidas específicas com nossos consultores educacionais sobre o credenciamento em EaD.